O papel das sementes e grãos na alimentação

semente

Conheça sementes e grãos de alto valor nutricional para sua alimentação!

Há tempo se sabe, as sementes são estudadas principalmente pelo alto valor nutricional e por agregarem nutrientes na alimentação diária.

Sementes são fontes de boas gorduras principalmente ácidos graxos, ômegas 3 e 6 como a de linhaça; gergelim; chia; girassol e de minerais importantes como cálcio e magnésio abóbora e gergelim.

Sementes tem uma valorização maior nos ácidos graxos (boas gorduras) e grãos num misto de proteínas vegetais e carboidratos.

BENEFÍCIOS

Tem uma valorização na ação antioxidante e ajudam no equilíbrio hormonal e ajudam a emagrecer, pois são ricas em nutrientes e forma aquela goma “mucilagem” forma gel no estômago aumentando a saciedade.

CHIA

É rica em macronutrientes, compostos bioativos, fibras dietéticas e ácidos graxos poli-insaturados. Além disso, possuem um teor considerável de vitaminas do complexo B (riboflavina, niacina, tiamina) e minerais (cálcio, fósforo, potássio, zinco, e cobre).

Apresenta maior teor de proteínas comparado a outros grãos como quinua, aveia, amaranto, trigo, cevada e arroz.

Reduz colesterol = pela boa concentração de ômegas.

Controla a glicemia = controla a liberação mais lenta da glicose no sangue.

Desintoxica = aumenta a frequência evacuatória e a eliminação de toxinas.

SUGESTÃO PARA CONSUMO

A chia (1 colher de sopa) deve ser usada junto com fruta no lanche da tarde ou com a salada no almoço ou jantar.

GIRASSOL

O óleo da semente de girassol também é rico em ômega 9, uma gordura que faz bem para o corpo. Por isso, consegue prevenir o colesterol ruim no sangue e evitar o acúmulo de gordura na região da barriga. Sendo indispensáveis no transporte de gorduras do sangue, promovendo assim a limpeza de gorduras saturadas sanguíneas. Também rica em fibras, a semente é capaz de tornar a digestão mais demorada. Isso reduz a vontade de comer. Ainda, quando chegam ao intestino, as fibras do girassol diminuem a absorção de açúcares e gorduras.

Outro benefício do alimento: aumento da produção do hormônio serotonina no corpo. Ele proporciona uma sensação de bem-estar, que aumenta a energia e combate o desânimo.

SUGESTÃO PARA CONSUMO

Triturar a semente e utilizar polvilhada sobre arroz integral , uma salada folhas ou com frutas.

LINHAÇA

Apresenta os ácidos graxos essenciais (55% de Ômega 3 , 14,5% de Ômega 6 e 18,6% de Ômega 9). O óleo de Linhaça contém Lignana, uma substância responsável pelo restabelecimento do Hormônio Sexual, estrogênio que cai bruscamente na menopausa. O óleo de linhaça possui substâncias parecidas como os estrogênios (hormônios femininos) somente que de ação mais atenuada, melhorando a absorção de cálcio, prevenindo, por exemplo, a osteoporose. Presentes em todas as células e construídas por elas a partir dos ácidos graxos mono e poliinsaturados, participam do processo de manutenção do equilíbrio hormonal. Com isso ajuda a regular os hormônios e melhora o nível de serotoninas cerebrais que controlam o sistema nervoso e abaixando o nível de ansiedade diminuindo a compulsão alimentar.

SUGESTÃO PARA CONSUMO

Pode ser utilizada a semente 1 colher sobremesa com suco batido pela manhã e a noite deixar 1 colher sopa de molho num copo de água para formar mucilagem comer para melhorar a frequência evacuatória.

QUINUA

Grão da quinua é boa fonte de proteína vegetal. O grão possui uma combinação de aminoácidos que estão presentes no arroz e feijão, cada grão contém vinte aminoácidos diferentes, entre eles a metionina e a lisina, com boa absorção no organismo é muito boa para recuperar e manter músculos, que é uma exclusividade em alimentos de origem animal, por isso para quem não consome carne, é bom aproveitar desses benefícios É uma excelente fonte de carboidratos com baixo índice glicêmico, isso significa que leva mais tempo para ser transformado em açúcar no sangue, fazendo com que a produção de insulina no organismo diminua evitando o estoque de gorduras indesejáveis, possui vitaminas, sais minerais, e gordura.

SUGESTÃO PARA CONSUMO

Grãos de quinua podem ser utilizados com sopas Uma boa sopa de hortaliças E VERDURAS com 3 c sopa de quinua em grãos aumentando a saciedade outra forma de consumir são os flocos de quinua com salada de frutas.

AMARANTO

O grão possui cerca de 15% de proteínas com alto teor biológico (aquelas com todos os aminoácidos essenciais que o corpo não produz).

É altamente nutritivo, além de um excelente redutor dos níveis de colesterol plasmático através de sua fração proteica que, ao ser digerido, inibe a enzima responsável pelo acúmulo de colesterol no organismo. O amaranto tem vários componentes presentes podem atuar neste efeito, como o óleo, a fibra, a proteína e as substâncias antioxidantes.

A planta é ótima fonte de fibras (15g em 1 ½ colher de sopa), zinco, fósforo e cálcio biodisponível (pronto para ser assimilado pelo organismo). Suas propriedades naturais incluem a ação antioxidante, no combate aos radicais livres, aumento da oxigenação do metabolismo e proteção da membrana celular – sistema imunológico.

Rico em cálcio, o amaranto pode ser utilizado como substituto do leite animal, sendo indicado para crianças e pessoas com intolerância à lactose. O alimento também funciona no controle da glicemia em diabéticos, graças à alta concentração de fibras alimentares – maior do que as encontradas na aveia, milho e trigo. O alto valor proteico – de 14 a 20% a mais, quando comparado a outros cereais – e de minerais atuam na manutenção e no aumento da massa magra em atletas e esportistas amadores, além de contribuir para a diminuição do colesterol e a prevenção de doenças cardiovasculares, osteoporose e câncer na população de idosos e adultos em geral.

SUGESTÃO PARA CONSUMO

Pode ser usado todos os dias uma boa dica seria usar pelo menos 2 colher sopa dos flocos do amaranto polvilhando as frutas ou batido no liquidificador como a receita a seguir. O excesso já que ele é rico em fibras pode aumentar a movimentação do intestino tendo assim uma atividade laxante.

ABÓBORA

Semente rica em zinco; cálcio e magnésio importantes minerais para a manutenção do equilíbrio metabólico dos açúcares e gorduras.

Como é rica em zinco pode ser considerado um alimento útil para fertilidade.

A Semente de abóbora também é fonte de vitamina E, vitaminas do complexo B e ferro. Rica em potássio, a semente de abóbora também ajuda no combate a hipertensão arterial.

Uma forma prática de utilizá-la é como farinha. Para fazer, coloque as sementes para secar, torre um pouco no forno e em seguida processe.

SUGESTÃO PARA CONSUMO

A recomendação é que se utilize 2 colheres de sobremesa de farinha de semente de abóbora por dia. Junto com sopas ou com feijão e lentilha.

Para saber mais sobre alimentos e suas funcionalidades, solicite mais informações e agende uma consulta. Nossas nutricionistas vão auxiliar cada paciente, de forma única e personalizada, a ter uma vida mais saudável e equilibrada.

Entre em Contato